Sentença proferida em ação proposta por nosso escritório reconhece a nulidade da cláusula contratual que prevê reajuste diferenciado ao beneficiário do plano que completa 60 anos de idade ou mais. (3ª Vara Cível do Foro Central da Capital – SP)